A história do bug do milênio

A história do bug do milênio

dezembro 1, 2018 Off Por amdworld

[Nilton Kleina]: 31 de dezembro de 1999 O mundo tava em festa comemorando a passagem do ano e do milênio

Mas também tinha muita gente apreensiva e até meio assustada É que tinha lugar falando que o mundo ia acabar, que a luz ia cair e que até dinheiro ia sumir Foi o medo do bug do ano 2000, ou o bug do milênio, que é o tema da história da tecnologia desta semana Você vai saber, ou relembrar, o que foi isso, se tinha motivo pra ter medo mesmo, ou se a gente vai sofrer alguma coisa do tipo de novo Antes eu vou pedir pra você se inscrever no canal do TecMundo, se você ainda não é inscrito, dá um joinha no vídeo, que o tema é muito legal, o vídeo tá muito legal e toca no sininho pra receber as notificações logo que os vídeos do TecMundo forem ao ar

Beleza? Então vamos lá pra história do bug do milênio [Música de abertura] O termo bug (ou 'bugue', sei lá, escolhe aí como que você quer falar), pra se referir a um erro, foi, num equipamento e é bem antigo O primeiro registro é do Thomas Edison, lá por 1876 Falando sobre dificuldades elétricas e problemas em seus experimentos

Mas a palavra se popularizou mesmo na informática em 1945 Quando uma equipe encontrou uma mariposa morta em um componente de um computador da época durante uma manutenção A cientista Grace Hopper, que é uma das maiores mulheres da tecnologia e que fazia parte do time da universidade de Harvard chamou aquele inseto que complicou o trabalho de um bug, literalmente, no sistema Mas o que que foi o bug do milênio? Bom, ele foi um problema, que foi originado aí mesmo no início da computação, em linguagens como a COBOL, quando economias mínimas de memória significavam muito em espaço e também em dinheiro Pra facilitar, olha só, as datas eram armazenadas em seis espaços

Dois dedicados pro dia, dois pro mês e dois pro ano Por décadas ficou tudo muito tranquilo Mas depois de 99, que era 1999, viria o ano 2000, que era 00 As máquinas leriam esse 00 como 1900 e todos os sistemas seriam desconfigurados ao voltar cem anos no tempo Lá fora ele foi chamado também pela sigla Y2K, sendo Y de year e 2K, uma abreviação do ano 2000

O termo surgiu em 95, quando especialistas começaram a se preocupar com isso E as previsões de consequências eram as piores possíveis O bug causaria falhas no sistema bancário, no judiciário e até na receita federal Chegou num ponto que as pessoas falavam que dados seriam destruídos, que energia elétrica cairia por vai saber quanto tempo, usinas nucleares e aviões podiam apresentar defeitos e o dinheiro ia simplesmente sumir dos bancos, já que o cálculo de débitos e de investimentos ficaria todo bagunçado O secretário de defesa dos Estados Unidos falou na época que bug era o El Niño dos computadores

E o presidente Bill Clinton fez até um pronunciamento sobre o caso Jornais mal informados faziam reportagens, só aumentando esse clima de pânico A gente tava começando a entender a internet naquela época e a viver em um mundo com sistemas de hospitais, de bancos e de lojas tudo gerenciado por computador O erro que atingia tudo isso era mesmo meio bizarro Para piorar, a gente tava naquela época de levar em conta as profecias do Nostradamus, o profeta

E a virada do milênio era um período em que alguma tragédia, ali, podia acontecer Bom, a solução era colocar a mão na massa A partir de 1996, os programas começaram a ser alterados um a um para evitar esse bug Tinha que achar a linha de código do campo de ano pra fazer a alteração e ele ler as quatro posições para diferenciar o ano 2000 do 1900 Plantões foram realizados para evitar falha em grandes sistemas e programadores das máquinas mais antigas foram até tirados da aposentadoria, já que eles eram os poucos, ou os únicos, que entendiam direito aqueles códigos

A previsão de gastos era de 600 bilhões de dólares pra governos e empresas de segurança E segundo o SBT, no Brasil, foram 32 bilhões de dólares só aqui no país Aí chegou a virada e… quase nada aconteceu No fim das contas, foi mais um pânico do apocalipse do que um acontecimento Máquinas domésticas não eram tão antigas, quase não foram afetadas e as pessoas não tinham o que fazer, só esperar

E quase nenhum problema grave também foi reportado em sistemas públicos Alguns softwares foram desconfigurados, como agendas pessoas e paineis eletrônicos e lojas e bancos passaram por pequeninas instabilidades de poucas horas que foram resolvidas na hora No Japão, o alarme uma usina soou perto da meia noite e alguns sistemas de segurança ficaram fora do ar, mas foi por pouco tempo e o backup de emergência cobriu tudo isso, longe de ser alguma coisa crítica A Apple ficou protegida porque ela calculava a mudança de data no total de segundos de um dia e usava um sistema que estaria protegido até 2040 Ela até soltou um comercial no Super Bowl sobre isso usando HAL, aquele lá do 2001 – Uma Odisseia no Espaço como se fosse o começo da revolução das máquinas Já a Sony teve problemas em 2010 por causa de um bug no relógio lá da atualização de 99, derrubando acesso de quem usava modelos antigos do PlayStation 3

Vários países não aderiram aos gastos com a atualização, como Itália, Rússia e Coréia do Sul E não se arrependeram nada, já que eles não tiveram danos mais graves de quem gastou fortunas com isso Muita gente critica até hoje todo esse pânico gerado por quase nada e até gente que culpa a indústria da segurança digital, que saiu ganhando uma boa grana com a correria pela atualização Mas tem gente que elogiou os esforços, porque significou também uma modernização que era necessária nas redes e na estrutura Aí você escolhe de que lado que você fica

[Narrador]: É, o bug é coisa séria Mas não precisa se desesperar A CD Expert traz a solução do bug pra você Esta edição traz o Norton 2000 completo que detecta e ajuda a corrigir o bug no seu computador Não perca mais tempo, corra já para a banca mais próxima e salve o seu micro

Bug, nunca mais [Nilton Kleina]: E claro que esse terror todo também gerou alguns filmes e eles são tão ruins quanto parece De 99, tem um chamado Juízo Final, sobre uma bomba nuclear que vai explodir na virada do ano e precisa ser parada por um jovem agente da CIA Tem também Contagem Regressiva Para o Caos, que é sobre o bug em si Em 2011 saiu The Millennium Bug, que é de terror

Uma família fugindo do caos da virada e do pânico do bug se isola em montanhas e descobre que teria sido melhor ficar na cidade grande E tem gente que fala que em 2038 esse pânico pode voltar É que os processadores de 32 bits vão chegar ao limite máximo de contagem e podem entrar em parafuso depois de 19 de março daquele ano com consequências bem parecidas com o do milênio A solução ainda vai ser pensada direito, mas atualizações nos sistemas, o uso de uma forma de contagem diferente da atual em UNIX e a troca por plataformas de 64 bits devem acontecer E, pô, ainda falta 20 anos pra tudo isso, tem bastante tempo pra resolver

E essa história do bug do milênio, uma mistura de imprensa dando pilha pra uma situação e população sem entender direito o funcionamento de uma tecnologia Mas, ó, que bom que não deu nada muito errado Se você quer ver uma história de uma empresa, de um produto, de um serviço, ou de um acontecimento histórico contado aqui no canal, deixe seu comentário que a gente vê e faz Eu vou pedir de novo pra você se inscrever no canal TecMundo, se você não é inscrito, dá aquele joinha no vídeo pra ajudar a gente, confere a playlist da história da tecnologia pra ver de tudo que a gente já falou até agora e toca no sininho pra receber as notificações porque tem vídeo aqui no canal todo dia Até a próxima!